Uma casa que é a cara da dona

31 ago

Toda casa tem sempre a cara da pessoa (ou das pessoas) que mora(m) nela. A casa da Lélia, que vive em Brasília no bairro do Sudoeste e que vocês vão conhecer agora, me deixou impressionada pelos detalhes. Ela morava num lugar maior e teve que se mudar pra um menor. Coisas da vida. Mas nem por isso Lélia desanimou: ela desandou a reaproveitar coisas que já tinha e a decorar o espaço com o seu jeito, a sua personalidade. Quando isso acontece, ainda mais assim, feito com carinho, o resultado é sempre feliz, até porque ela é feliz ali dentro. =)

E detalhe: a Lélia trabalha em casa, logo, a preocupação em ter um ambiente bonito, cuidado, organizado dobra! Ela divide o espaço com mais 3 gatinhos fofos. E quem disse que a casa dela é desarrumada por causa disso? Olhem as fotos e comprovarão! E não foi nada combinado, juro.

O bacana também é que ela não gastou a maior grana, foi mais uma questão de reordenamento do espaço, que era diferente quando ela chegou lá,  e de sensibilidade para ter boas sacadas.

O apê praticamente não tem paredes, é tipo um loft. Parede, só no banheiro e um pouco na cozinha. Ela conseguiu fazer uma separação de ambientes muito bem feita usando tapetes e uma estante baixa, que separa a sala do quarto.

Agora vamos aos detalhes e vamos logo pra cabeceira de cama que ela inventou, uma das mais lindas que já vi na minha vida.

Ela adora e faz bordado e isso se reflete na cabeceira e na casa toda. A cabeceira é feita de várias bolsinhas coloridas bordadas e outros enfeitinhos, montados cuidadosamente na parede.

A Lélia é escritora, por isso tantos livros. Ela já morou na Argentina e viajou bastante por esse mundão. Com carinho por esse ‘passado’, ela traz como se fosse uma ‘memória viva’ várias peças de diferentes lugares. Muito lindo isso.

Esse tecido bordado abaixo são das Bordadeiras de Taguatinga, um trabalho que eu já tinha muita vontade de mostrar aqui pra vocês. Pra quem não sabe, Taguatinga é uma cidade satélite aqui de Brasília. Visitem o site delas pra descobrirem o trabalho incrível dessas mulheres.

Sabe, pessoal, é claro que gosto de trazer pro blog novidades do design, da arquitetura, casas novas e bacanérrimas. Mas eu também acredito que morar bem não é só gastar a maior grana com decoração.

Tenha carinho com o lugar onde mora, repare naquilo que te faz bem e te garanto que são bem grandes as chances da sua casa se tornar um lugar onde todo mundo vai gostar de estar, principalmente quem mais importa: você.

Ah! E todas as fotos foram gentilmente tiradas e cedidas pela querida Priscila Pagliuso, fotógrafa paulista fera que estava nos alegrando com a sua visita num final de semana em Brasília.

Anúncios

10 Respostas to “Uma casa que é a cara da dona”

  1. mercedes quihillaborda agosto 31, 2012 às 5:32 pm #

    uma casa que é a cara da dona. Harmoniosa, inteligente, cálida, vital, generosa, acolhedora. Obrigada pela inspiração.

  2. liana setembro 1, 2012 às 10:46 am #

    Conhecia a Lélia pequena, lá em Livramento, de uns tempos pra cá tive a oportunidade de reencontrar a Lélia grande…..grande na profissão, grande nos textos maravilhosos, grande na maturidade, e agora vendo estas fotos, também grande no bom gosto! Adorei saber uma pouco mais de ti guriazinha, o teu habitat só podia ser bem assim, minado de histórias de Lélia.

  3. Beatriz Dantas setembro 1, 2012 às 12:12 pm #

    Que linda reportagem! Foi um prazer lê-la. Parabéns a você que a escreveu e à dona da linda casa.

  4. Débora Oltramari setembro 1, 2012 às 2:46 pm #

    Adorei a casa e a matéria. Parabéns!
    Concordo que as pessoas tenham que colocar a sua alma, o seu jeito na casa onde moram. Também amo guardar coisinhas, lembranças de viagens e de pessoas e tenho várias idéias “engavetadas” para pôr em prática que depois de ver essas fotos fiquei super animada a retomar meu projeto “casa”. Acredito que o exercício do bom gosto muitas vezes nasce de uma necessidade. Precisamos usar aquilo que temos e é daí que surgem idéias incríveis. Ai, tô louca pra começar…

  5. Anderson Falcão setembro 2, 2012 às 1:03 pm #

    carol, querida, só li hoje tua postagem desse dia tão gostoso. ficou demais! sou muito fã de vocês duas – tu e lélia – e do blog, claro! deu saudade de ficar juntinho assim de gente que a gente ama! beijo!

  6. Juliana Barroso setembro 3, 2012 às 9:40 am #

    Lélia é minha amiga, e as vezes em que te estive em sua casa, o que mais me chamava atenção, é a vibração do coração dela, a criatividade da escritora, o aconchego de mãe, e a alma da mulher, impregnados por todos os cantinhos…Saudades imensas…Bjos

  7. Sheilinha (@Sheshuda) setembro 4, 2012 às 3:42 pm #

    Ai, Carol! Que lindo texto. As Bordadeiras de Taguatinga ficam super perto da minha casa. O trabalho delas é maravilhoso. Um bj!

  8. evelyn setembro 5, 2012 às 7:05 pm #

    encontrei teu blog ao fazer uma busca no google por decoração de apartamentos pequenos em brasília. que grata surpresa foi chegar aqui, estou vivendo uma situação semelhante… mudei não faz muito pra bsb, para um apartamento de 30m. como é difícil arranjar um lugar para tudo, tenho muiiiiiiiiiiiitos objetos, e está sendo um exercício arranjar parede para tudo. que casa maravilhosa, como é bom encontrar algo parecido com o que gosto! obrigada.

  9. Haydée Caruso setembro 7, 2012 às 10:11 pm #

    Estive nesta casa por mais de uma vez e sempre saio de lá energizada. Lélia é realmente especial e cada cantinho de sua linda casa reflete sua alma e pensamento.

  10. Minha Casa, Minha Lida setembro 20, 2012 às 1:21 pm #

    Adorei principalmente o mural de fotos. Lindo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: